sábado, 3 de outubro de 2009

Uma historinha de suspense.















Abre a porta de casa. 

Entra. 
Respira fundo. 
Senta. 
Tenta se acalmar. 
Sente seu coração bater mais forte.
As mãos suam, as pernas tremem, os olhos arregalam cada vez mais...
Sente-se à beira de um colapso nervoso. O sentimento de culpa parece lhe consumir:
- Oh, meu Deus, o que eu fiz?! Como fui capaz?! Sou um monstro, um monstro!
Na tentativa de relaxar, pensa pra si mesmo:
- Errei feio, mas agora não posso pensar nisso! Já está feito... não tem mais volta. Preciso ter muito sangue frio se quiser me safar dessa... Oh, meu Deus, a quem estou querendo enganar? Não tenho escapatória. Estou encurralado!
Anda de um lado para o outro murmurando sempre a mesma coisa:
- Por que eu fiz isso, por quê?
Não consegue esquecer a atrocidade que acabara de cometer, e seu nervosismo aumenta sempre mais...
- Argh, tenho que me acalmar. Preciso de um drink!
Vai até a cozinha, pega uma garrafa de Rum e volta para a sala.
Antes do primeiro gole, começa a ouvir ruídos vindos da porta e isso o deixa em pânico total.
Joga a garrafa contra a porta e sobe desesperadamente para seu quarto.
Os ruídos passam a ser cada vez mais altos.
- Oh, Céus, estão arrombando a porta! Chegou meu fim!
O barulho cessa - sinal de que a porta finalmente foi aberta.
Logo depois, começa a ouvir passos... passos bem apressados que se aproximam de seu quarto. Sua cabeça está a ponto de estourar de tanta tensão.
A porta do quarto se abre lentamente emitindo um som aterrorizante.
Sente sua vida passar diante de seus olhos e começa a chorar descontroladamente.
Ainda aos prantos, cobre-se por debaixo do lençol e espera, conformado, o fim de sua agonia.
Tudo que pode ver por trás do lençol é a silhueta de uma pessoa forte e corpulenta
 que carrega em uma de suas mãos um enorme rolo de macarrão. Percebe-se que é uma mulher profundamente irritada.
Ela se aproxima da cama, enfurecida, ergue o rolo de macarrão e grita:

- BALEIA É A MÃE!



Bruna de Sousa

Bem, o resto da narrativa vocês já podem imaginar, ? Bum, Pow, Crash, e todas as onomatopeias adequadas a uma bela surra.
Pense duas vezes antes de chamar uma mulher de gorda, ok?
Gente, desculpa, mas eu não tinha o que fazer e acabei criando essa historinha. Fiz o desenho tosco aí em cima também.
Sei que não ficou muito bom, mas espero que alguém goste.

Tenham um bom fim de semana!



10 comentários:

RobertoArαujo disse...

Menina eu rí viu?
hauhuehuHUHuheuhahuehHuh

Eto'o disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Essa foi boa, viu!?
Quanta criatividade!

Ficou muito boa, sim, minha rainha!

Bom fds pra ti também! =*

Mel Almeida disse...

kkkkkkkkkk...
Adorei!
Muito engraçada, véi!

O desenho ficou muito bonitinho! Eu gostei!

Que criatividade, hein?

Bom fim de semana pra ti!

Ah! Obg pelo comentário... ^^

Beijinhos

analine disse...

Primaaaaaaaa
tÔ pasma!
Tah oteeemoooo *-*
Amei em todos os detalhes!!!
Amo vc demasiadamente Minha Pedro Bial girl '-'
kkkkkkkkkkkkkk'

Mone disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!
Eu sabia que no fim ia ser uma coisa engraçada!
Adorei, Bruna!
Muitíssimo engraçado! aiheieheaiheihe
Cheio de detalhes e coisa e tal... Muito bem elaborado o texto! =)

Up disse...

Ráá... essa Buh num tem parêa não!

Detona... kkkkkkk
Gostei da obra de arte ali em cima também ^^

Bjoo =*

Sílvia disse...

kkkkkkkkkkkkk!! Muito bom!!
É ótimo rever vc!

Olha, adoro seus desenhos. É verdade!
Aqui deixo uma história em quadrinhos com desenhos no mesmo estilo:
http://images.orkut.com/orkut/photos/OQAAAKEhw90Y2glGGG-8es3cI8XJ0HL2u5CmeLq6qvGS2S_6U_DnMDU5092e6yl1aR8jKFalNeRP3EEBhW9sqyzfrssAm1T1UGyqflD0gMhtG5B7As4IYd8ejoNs.jpg
;)
Lizzie*

Jana Matias disse...

-
Ta com a muleestiia,
eu li toda empolgada a historinha pensando que ia teeer ao menos uma morte no final.
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Criatividade foi e ficou ai viu!
mas ta perfeiiito,
e o desenho nem se falaa ne?
acho que é convivencia com Tutu
aushaushaushaushuahs


=*

Allysson Allan disse...

O suspense reina, parabéns pelo enredo empolgante. Jurava que a menina tinha ficado grávida ou algo do tipo. Jogar a garrafa na porta foi o cúmulo. haahaahahah

Fica bem,
All

Pg. disse...

Goostei ,

Postar um comentário